Como funciona a biblioterapia?

alexsander-queiroz-silva-biblioterapia

Você já imaginou quantos benefícios aquela história que você tanto gostou de ler trouxe para a sua mente? Essa é a proposta da biblioterapia, ela cria pontes de cura e cicatrização através da leitura de livros orientados, a técnica ajuda a melhorar a vida de pacientes com problemas de saúde mental, amplia o conhecimento, além de ser uma distração curativa.

Se essa é a primeira vez que você ouve falar nesse termo, saiba que os benefícios da biblioterapia já são estudados desde meados do século 20. A ideia é que a  pessoa identifique através da leitura diversos cenários para um mesmo problema, enxergando as suas possibilidades e soluções. Ao projetar essas situações, o paciente pode ser levado a catarse, mudanças de humor, identificação e introspeção.

No Brasil a biblioterapia ainda anda a passos curtos, mas em Portugal já existe uma clínica com profissionais especializados em biblioterapia. As sessões oferecem orientação e a prescrição de livros, o tratamento é indicado através de uma avaliação do quadro clínico do paciente, seu estado físico, hábitos de leitura, autores e obras favoritas.

Tipos de biblioterapia

A biblioterapia é dividida em dois tipos: clínica e desenvolvimento pessoal. O primeiro caso é mais aplicado em ambiente hospitalar nos pacientes que sofrem com transtornos de humor e com transtorno de déficit de atenção com hiperatividade (TDAH). Nessa linha, o terapeuta indica livros com um tema específico que ajudam o paciente a criar foco e adequar as situações descritas na história com a sua realidade.

No segundo caso, o terapeuta aplica a técnica focado na evolução pessoal do paciente e a linha não se restringe a hospitais, podendo ser aplicada em grupo ou de forma individual. Esse tipo atua de forma preventiva ou corretiva, desenvolvendo o crescimento pessoal do paciente através de exercícios de aprendizagem, como por exemplo, técnicas de meditação, como falar melhor em público, entre outros.

Benefícios da biblioterapia  

Essa prática terapêutica busca levar ao paciente respostas para os seus problemas internos de uma forma lúdica e enriquecedora. Ao começar uma nova história, a pessoa vai perceber que durante aquele tempo dedicado a leitura, seja ele quanto for, ele estará livre de alguns pensamentos destrutivos e repetitivos. Para entrar na narrativa e se concentrar no livro é preciso criar espaço na mente, sendo assim, aqueles problemas poderão ser afastados por alguns instantes.

Além disso, a biblioterapia ajuda a suavizar questionamentos e orienta na solução de problemas que, muitas vezes, pareciam impossíveis de serem resolvidos. Quem experimenta essa técnica vivência o seu crescimento emocional, momentos de serenidade, amplia a sua capacidade de reflexão e cria impulsos para seguir em frente.

curta! 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *