6 comportamentos de quem possui inteligência emocional

Quando falamos em inteligência emocional, não é aquela medida por testes de QI, na verdade pesquisas indicam que pessoas que possuem esse tipo de inteligência acabam superando grandes gênios em alguns aspectos. Pessoas com níveis avançados de IE tem uma sensibilidade maior sobre as suas emoções e os sentimentos do outro, além disso, tem grande facilidade de analisar e lidar com essas impressões.

Esse tipo de inteligência afeta a forma com que interagimos em nosso convívio social, o grande regulador aqui é a capacidade do indivíduo de ser impactado pelas diversas situações dos múltiplos cenários que esse convívio oferece como, por exemplo, ambiente familiar, profissional, relações amorosas. Em todas essas relações ele será impactado por uma emoção e quanto mais inteligente emocionalmente essa pessoa for, melhor irá se sair no controle desses sentimentos.

Vale lembrar que a IE não é algo que se coloca em um indivíduo, como se instala um software, pois são sinais comportamentais que vem de dentro para fora, ou seja, não podem ser ensinados, mas podem ser aperfeiçoados. Se tem algo em você que não anda muito bem, é possível, com disposição, aperfeiçoá-las.

Será que você é uma pessoa com altos níveis de inteligência emocional? Para facilitar o caminho, separei alguns comportamentos bem típicos de pessoas com IE.

Exercitam constantemente a empatia

Pessoas com inteligência emocional possuem um alto nível de empatia, quando conhecem, por exemplo, uma pessoa nova se interessam honestamente por ela, querem entender melhor as suas necessidades e antes de julgar se colocam no lugar da outra pessoa. Pessoas com uma curiosidade latente, normalmente gostam de expandir o seu círculo social e de conhecer novos pontos de vista, essa característica traz em si um certo grau de empatia, devido o seu interesse natural pelo próximo.

Saber ler expressões faciais

Digo esse comportamento no sentido literal mesmo, quem tem alto nível de inteligência emocional reconhece com facilidade as expressões faciais de outra pessoa. Consegue a partir dessa leitura identificar facilmente a sua emoção e trabalhar a partir dessa consciência.

É consciente das suas limitações e das suas forças

Fazer uma autoavaliação e aceitar as respostas que chegam a partir desse teste é um importante sinal da IE.  Se é possível identificar os campos de força e de fraqueza, também é possível identificar os caminhos que deve seguir para solucionar um problema, ou até mesmo, gerar autoconfiança. Se você sabe no que realmente é bom, sabe por onde começar, certo?

Capacidade de suportar distrações

Parece besteira, mas aquele bip que te faz voltar correndo para o celular pode ser o que está impedindo a sua IE de funcionar em seu mais alto nível. Ser capaz de driblar distrações aparentemente bobas e focar em suas tarefas até completá-las é um dos grandes segredos para o desenvolvimento da inteligência emocional.

Ter consciência das suas emoções

Saber o que te deixa feliz, triste e o que traz oscilação de humor é um indicativo importante de autoconsciência. Quem não possui níveis elevados de IE costuma jogar certos sentimentos para baixo do tapete ou identificá-los incorretamente, nesses casos é importante contar com a ajuda de um psicólogo para chegar na raiz dessas emoções. O profissional capacitado irá ajudá-lo a ter consciência dos seus sentimentos, a examiná-los de perto e dar o próximo passo.

Saber dizer não

Nem sempre é fácil, especialmente para pessoas próximas e queridas, mas pessoas emocionalmente inteligentes possuem um componente importante, a autorregulação. Quem possui IE é muito disciplinado, tolera bem níveis de estresse e controlam seus impulsos, a ponto de refletir quando alguém lhe pede algo e responder honestamente.

 

curta! 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *